Blog

Blog

Canadense cria minicasa portátil e sustentável

leafhouse_01

Os modelos convencionais de construção parecem cada vez mais dividir espaço com propostas inovadoras. Moradias móveis e transportáveis são uma ideia que ganha um número crescente de adeptos, em várias partes do mundo. Casas pequenas que dão outro sentido para o habitar, levando as pessoas a abandonar a rotina normal e investir em um estilo de vida mais desapegado, conectado com a natureza e menos consumista, são agora um movimento global – e uma nova filosofia. Esta pequena morada itinerante, criada por um canadense, é um exemplo.

leafhouse_02

Chamada de Leaf House, a simpática residência pode ser levada para onde o morador desejar, encaixada na base de um reboque. A concepção é de Laird Herbert, que já até comercializa as casas portáteis. Como uma ótima alternativa para quem tem espírito nômade, gosta de viajar e não consegue se estabelecer em um local fixo por muito tempo, a moradia garante uma flexibilidade que agrada. E, apesar do tamanho reduzido, acomoda com conforto mais de uma pessoa.

Depois de testar diversos protótipos, Herbert chegou ao formato atual, que nomeou “versão 2”. Variando entre 4,8 m e 6,1 m de comprimento, no projeto padrão, a Leaf House inclui uma sala de estar com sofá-cama, cozinha funcional, espaço de banho com banheira compacta e um ambiente de jantar. O desenho pode, no entanto, ser personalizado conforme a expectativa do cliente, e chegar a dimensões menores.

A estrutura segue os preceitos da sustentabilidade – o revestimento foi feito a partir de madeira certificada, com materiais reaproveitados, acabamentos naturais e produtos ecologicamente corretos. A minicasa conta com compostagem no banheiro, eficiente sistema de armazenamento e aquecimento de água, e iluminação por LED. Com generosas janelas que favorecem a entrada da luz e painéis solares na cobertura, ainda reduz o consumo de qualquer tipo de energia durante o dia.

leafhouse_03

Residente na cidade de Whitehorse, no território canadense de Yukon, Herbert planejou a morada também com isolamento térmico para preservar o interior das temperaturas baixas, comuns na região. Outra especificidade que revela o cuidado com o meio ambiente foi a prioridade em aplicar tintas livres de solventes orgânicos voláteis.

leafhouse_04

Com uma abordagem criativa para projetar e construir, o jovem inaugurou o negócio próprio e disponibiliza a Leaf House para venda. No site oficial, é possível saber detalhes. Pelo canal online, o autor desmistifica a afirmativa de que as tiny houses são baratas e rápidas para serem concluídas – em alguns casos sim, em outros não. Para a casa de Herbert, a justificativa fica nos aparatos modernos integrantes na obra – ele garante que, dispensando alguns processos mais caros, o valor pode ser reduzido, customizando cada uma ao orçamento do usuário. Com duração entre quatro e seis semanas para a entrega, que por enquanto está disponível apenas no Canadá, o preço médio pode ultrapassar R$ 100 mil, seguindo um mínimo de quase R$ 60 mil.

leafhouse_05 leafhouse_06 leafhouse_07 leafhouse_08

 Via: Uai/Lugar Certo



Sobre o Blog

O Blog Design Ecológico desenvolve, reúne e difunde iniciativas e soluções sustentáveis. O conteúdo é produzido por nossa equipe ou selecionado em canais especializados. Para colaborar, entre em contato conosco.